Novidades

Aqui compartilhamos com você o que temos feito, pensado ou sonhado...

Cia Raros Circus apresenta no Youtube do Barracão Teatro!

O espetáculo ‘Reciclown Circus’, da Cia. Raros Circus, será exibido neste sábado, dia 22 de maio, à 19h, pelo canal do Barracão Teatro no Youtube. Após a estreia o espetáculo ficará disponível ao público, bem como uma oficina de malabarismo e manipulação de objetos simples que todos temos em casa.

O brasileiro produz cada vez mais lixo. É oque apontam dados da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública (Abrelpe). São 1,5 milhão de toneladas por semana. E este assunto serviu de inspiração para o espetáculo “Reciclown Circus”, da Cia. Raros Circus, de Ribeirão Preto (SP). A peça traz à tona esta discussão sobre a importância do uso de materiais reutilizáveis e da valorização das profissões de gari e de catador de lixo reciclável. A Cia. Raros Circus apresenta online o espetáculo neste sábado, dia 22 de maio, a partir das 19h, pelo canal do Barracão Teatro que apoia o projeto e é de Campinas (SP).

Segundo Fábio Brasileiro, que é ator da Cia. Raros Circus e assina a produção geral do projeto, o espetáculo conta a história de um gari e de um catador de materiais reutilizáveis que se encontram em um dia de trabalho e muito sol. “Durante o trabalho, os personagens propõem discussões sobre o que é lixo? Como ressignificar e reutilizar os objetos descartados pela sociedade? Tudo se recria? E nesta ânsia por respostas, em que o gari quer terminar o trabalho e o catador de lixo reciclável sonha em transformar o mundo, a peça se transforma em uma comédia que une o circo e o teatro”, afirma Fábio, que divide o palco com o ator João Marcilio. De acordo com Júlio Avanci, que assina a direção artística do projeto, a peça retrata em várias cenas a importância de pequenas ações e seus impactos nas vidas das pessoas. De maneira divertida e poética traz à cena reflexões sobre a interferência direta da sociedade de consumo no meio ambiente. Os dois personagens, que em muitas situações são invisíveis e discriminados pela sociedade, utilizam-se de números de malabarismo, equilibrismo, mágica, percha e duo acrobático para entreter a plateia.

Vale ressaltar que a versão online do espetáculo foi produzida por meio do edital Proac de Produção e Temporada de Espetáculos Inéditos para o público infanto-juvenil no Estado de São Paulo 2019, devido à necessidade de adaptação do projeto para evitar aglomerações em atividades presenciais durante a pandemia da Covid-19.

Fundada em 2016, a Cia. Raros Circus, de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, é formada por um grupo circense de repertório. Sob a perspectiva de uma atuação que extrapola os limites do palco, as pesquisas e ações da Raros Circus são realizadas a partir de quatro eixos: o popular, não apenas como linguagem, mas como meios de produção e difusão cultural; dramaturgia autoral; ocupação de ruas e espaços não convencionais e compartilhamento de saberes e formação de público. Os espetáculos que estão na trajetória do grupo são: “Clownfusão, Os Internacionalmente Desconhecidos”, “Muito ajuda quem pouco atraPALHAÇA” e “Clownflitos Amorosos.

SERVIÇO: Espetáculo: “Reciclown Circus”, da Cia. Raros Circus – Ribeirão Preto (SP);
Exibição gratuita e online Sábado, 22 de maio, às 19h Canal do Barracão Teatro: https://www.youtube.com/user/Barracaoteatro

Credo Quia

É a Campanha de Financiamento Coletivo para captar recursos e viabilizar o projeto Credo Quia Absurdum*, que vai criar, montar e apresentar um espetáculo circense para rua, praças, parques e outros espaços.
Para a concretização deste projeto, todes, todas e todos podem ser investidores, sejam pessoas físicas ou jurídicas de acordo com suas possibilidades. Saiba mais sobre o projeto e como apoiá-lo!

Cursos

A partir de nossas pesquisas e trabalhos, formulamos uma didática para compartilharmos nossas descobertas, nossa visão artística e, em alguns casos, dividir nossas questões. Nossos cursos são formulados para no mínimo 20 horas de trabalho, pois neste tempo, temos condições de apresentar as trilhas do nosso trajeto artístico.

Saiba Mais

Compartilhe